Eu lembro que quando eu era pequena minhas professoras me contavam uma história de um profeta chamado Elias, elas diziam que esse homem era muito amigo de Deus e conversava com o Senhor todo os dias. Lembro que elas contavam algumas coisas incríveis que aconteciam com Elias, como por exemplo ele orar pedindo chuva e começar a chover, aumentar o azeite e farinha da viúva, entre tantas outras histórias, mas o que mais me marcou sendo criança foi saber que Deus escolheu arrebatar Elias. Hoje ao estudar a vida de Elias continuo maravilhada com o homem que ele foi. E é impossível não ficar admirado com sua constância.

De volta aos tempos atuais, se fosse possível eleger uma dificuldade em comum dos cristãos certamente seria ser constante. Ter esse relacionamento íntimo e diário com Deus. Ao contrário, cada vez mais vemos irmãos chegarem sedentos aos cultos, porém é necessário entender que o que nos sustenta não é o culto de domingo, mas o pão diário. Ou seja, a porção de Deus de todos os dias. Devocional, tempo com Deus, secreto ou quartinho, independente do nome, esse momento define sua vida.

Eu não consigo, eu não tenho tempo, eu não sinto

Ao enfrentar essa dificuldade é necessário sinceridade, quando questionamos a possível causa da inconstância as respostas geralmente giram em torno de “eu não consigo fazer meu devocional” ou “eu simplesmente não tenho tempo”. Mas ao analisar essas duas frases de uma perspectiva Eterna, logo nos recordamos que na cruz Cristo levou consigo a nossa escravidão do pecado, com seu sacrifício Ele venceu todos os pecados. E por meio dEle nós também podemos ser livres, então não existe esse negócio de não “conseguir”, o que existe é não querer. Eu sei que é pesado e dolorido pensar que o nosso tempo com Deus não acontece porque não queremos, mas quanto mais cedo confessarmos mais cedo poderemos tratar. Uma fogueira só deixa de queimar quando param de colocar lenha nela. Entenda que o diabo não tem poder de apagar a sua fogueira, você decide se vai colocar mais lenha ou vai deixar o fogo virar brasa.

A falta de tempo também acaba sendo uma desculpa bem esfarrapada, o tempo é uma questão de prioridade, certa vez um pastor muito querido, Fábio Guimarães, disse que “quando não temos tempo para Deus é porque fazemos coisas além do que Deus tem para nós”. Se você está lendo isso preste muita atenção ao que o Senhor quer te dizer, não seja dirigido pelas urgências do dia, mas seja conduzido pelo propósito da intimidade com Deus! Quando nossa agenda do dia está lotada com muitas coisas a fazer, temos a tendência de cortar o que é menos importante. Logo, se você alega não ter tempo para Deus diariamente, é porque passar tempo com Ele não é tão importante assim. Mas ao olharmos para a Palavra somos encorajados a buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça (Mateus 6.33). Buscar implica em ir atrás, perseguir, se mexer, fazer algo a respeito, e buscar a Deus deve ser nossa prioridade.

Sentir ou não a presença de Deus não deve ser a medida para passarmos tempo com Ele, na verdade sentir a presença de Deus não deve ser o alicerce do nosso relacionamento com Ele. Não queira sentir Deus, busque conhecê-lo (leia mais sobre isso aqui)! Sentimentos mudam, não podemos basear nosso relacionamento com Deus em algo mutável, pois Deus nunca muda. Deus nos pede uma fé racional, um culto racional. A maneira como eu me sinto não pode definir meu tempo com Jesus, Jesus é quem deveria direcionar a forma como eu me sinto, ou como lido com meus sentimentos.

Continue continuando

Eu não estou defendendo um ritual de ler a Bíblia, ler por ler não vai mudar nada em sua vida, mas o relacionamento que nasce e se fortalece ao ler a Bíblia ao lado do Autor, isso sim é capaz de transformar até o pior dos pecadores. A constância depende apenas de você. A forma mais clara do Senhor para falar é através da Palavra. Se você não está ouvindo Deus talvez você devesse abrir mais sua Bíblia. A constância é construída dia após dia, não existe uma receita mágica, a verdade é que para ser constante basta SER. Mas se você quer uma ajuda para colocar a constância em prática comece por organizar e priorizar seu tempo com Deus, nesse tempo ore, leia a Bíblia e adore ao Senhor. Decida continuar continuando! “Estabeleça a intimidade, entenda o propósito e aumente a renúncia” (Victor Azevedo).

A teu respeito diz o meu coração: “Busque a minha face!”
A tua face, Senhor, buscarei.
– Salmo 27.8

JG