É impossível não perceber que dezembro é um mês mágico. As pessoas andam na rua sorrindo, os comerciais mostram famílias felizes e curtindo a vida, todos querem fazer o bem com suas casas enfeitadas. Até o ar parece diferente. Realmente é a minha época preferida do ano! Não importa quem você veja, ou onde você vá, sempre haverá alguém para te desejar “Feliz Natal”. Mas, o que será que essas palavras significam? O que deveríamos desejar de verdade?

           Se você quer realmente saber o que está desejando precisa entender algumas coisas. Creio que todos sabemos que o verdadeiro motivo do Natal é o nascimento de Jesus. Sem Jesus, sem Natal. Então, por que Jesus nasceu? Desde de que o pecado entrou no mundo (leia Gênesis 3) e separou o homem de Deus, Ele prometeu que enviaria um Salvador. Nada que pudéssemos fazer iria nos reconciliar com Deus, porque somos pecadores: “Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a palavra não está em nós” (1 João 1.10). Somente alguém que não tivesse cometido pecado poderia pedir perdão a Deus, por isso Jesus nasceu! Ele era 100% homem, visto que nasceu de uma mulher e era um ser humano, mas também era 100% Deus, sem pecado e gerado pelo Espírito Santo (leia Lucas capítulo 1 e 2). Dessa forma, Ele era o único que poderia nos ajudar e restabelecer nosso relacionamento com Deus.

           Ao contrário do que os comerciais mostram, as famílias felizes não são as únicas que podem comemorar o Natal. Jesus veio para todo o que crê, especialmente para os feridos, os enfermos, os que estão falidos e os que já não tem mais esperança. Em João 10. 10b Jesus afirma que veio para dar vida e vida em abundância, somente em Cristo essas pessoas poderão achar uma razão para viver, apenas por causa do nascimento de Jesus essas pessoas encontrarão vida. Se Jesus já nasceu na sua vida, acredito que seja a hora de você apresentá-lo para as pessoas ao seu redor, sua família, seus amigos e/ ou colegas de trabalho. Você pode ser usado por Deus para levar a esperança que eles procuram desesperadamente. Se Jesus veio para dar vida por que não desfrutamos disso? Ao contrário do que possa parecer, essa vida não é para satisfazermos os nossos próprios desejos, é uma vida para honrar e glorificar a Deus. Estudar, trabalhar, ganhar dinheiro, casar… se não for por e para Deus é tudo vaidade, é tudo passageiro. Por isso o Natal não é apenas um estado de espírito, ele é um ponto de crescimento espiritual. Se você quer viver uma vida que valha a pena, uma vida abundante, você precisa vivê-la em Jesus, reconhecendo quem Ele é: “Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz” (Isaías 9.6).

           Então, quando você desejar “Feliz Natal” para alguém, você estará desejando que Jesus nasça na vida dessa pessoa, que ela entenda o porquê Ele nasceu e morreu, e possa se arrepender de seus pecados. Você está desejando que Jesus traga o seu Reino para a vida daquela pessoa. Você está desejando vida, e vida em abundância! A grande questão é: você tem vivido essa vida? Você tem desfrutado do relacionamento com Deus que Jesus conquistou para você?

Viver uma vida exemplar e alegre apenas em dezembro não garante seu lugar ao lado do aniversariante!

JG