Já era quase de madrugada, eu estava no meu quarto e resolvi ler meus antigos diários, meu objetivo era ver quanto as coisas haviam mudado e quais eram minhas prioridades quando mais nova. Então, eu encontrei um pedacinho de uma oração que eu tinha feito e fez meus olhos encherem de lágrimas e meu coração queimar, e eu realmente quero compartilhar com vocês meninas: “Aba, pegue o meu coração e o esconda perto do Teu, só assim saberei que estou segura de mim mesma”

A Palavra de Deus diz claramente que o nosso coração é mesmo enganoso, é só ler Jeremias 17.9 “O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo? ”.  Isso acontece porque desde que o pecado entrou no mundo através de Adão e Eva (leia Gênesis capítulo 3) o pecado foi enraizado no coração do ser humano, que por sua vez passou a ser inclinado para o mal. Dessa forma, ainda que sejamos salvos por crermos e aceitarmos Cristo como nosso Senhor e Salvador, continuamos sendo tentados a escolher o pecado.

E não é diferente quando se trata de gostar de alguém e como lidar com isso. Eu sou menina e entendo que gostar de alguém não é como um botão que podemos ligar e desligar a hora que quisermos. Entendo também que muitas vezes mesmo quando queremos é inevitável não pensar em como seria nossa assinatura com o sobrenome daquele menino.  O mundo nos diz que não escolhemos de quem nós gostamos, simplesmente acontece. Mas, ousarei dizer algo um pouco diferente, afinal, estou aqui para te ajudar a ir contra a maré do mundo. De certa forma, nós podemos sim escolher de quem gostamos.  A questão é com quem você tem se relacionado e o porquê. Vamos começar com qual deve ser o propósito de um relacionamento.

Se você assim como eu sonha em casar e constituir uma família, deve saber que para que isso aconteça existe um processo. Primeiro você conhece um rapaz, vocês tornam-se amigos e após muita conversa, pode ser que vocês comecem a namorar e cheguem ao altar para dizer o tão esperado SIM (prometo falar sobre esse processo em um outro texto).  Se você sonha com isso, deve saber também que esse rapaz, o seu futuro marido, deve ter a mesma fé em Cristo que você, vocês devem ter o mesmo Deus. O contrário disso é o jugo desigual, de maneira resumida e simples, jugo desigual é quando dois animais de diferentes raças, peso, altura são colocados lado a lado para puxar/carregar o mesmo fardo. É mais do que lógico que não dará certo, um dos animais sairá ferido. O propósito de tudo que fazemos é a glória de Deus (1 Coríntios 10.31), e isso não é diferente quando se trata de relacionamentos e você só conseguirá honrar e dar glória a Deus com seu relacionamento se ambos tiverem essa mesma visão.

Sendo assim, por mais que o rapaz seja lindo, toque violão (isso é algo que realmente me encanta), tenha o carro do ano, tenha um bom emprego, ou qualquer outra característica que você ache incrível, se ele não tiver Cristo como seu único Senhor e Salvador, ele não vale o risco. E sim, eu disse risco, porque é um risco muito grande entregar seu coração para um rapaz que não prioriza Deus, o que garante que ele vá te tratar da maneira que Deus quer que ele te trate?! O que garante que vocês irão honrar e glorificar a Deus?! Você estará entrando num relacionamento que busca apenas satisfazer os seus prazeres momentâneos, o que te fará ficar cada vez mais distante de Deus.

Dessa forma, se você quer realmente agradar a Deus, e viver de maneira digna da salvação (Filipenses 1.17), você limitará seu olhar e suas amizades a rapazes que desfrutem da mesma graça que você. E assim, você estará “escolhendo” de quem gostar. Até porque, nós só podemos gostar realmente de alguém quando convivemos e conhecemos essa pessoa. Invista em boas amizades, observe o quanto esse rapaz ama a Deus, e o quanto isso reflete na vida dele, o quanto ele aproxima as pessoas de Deus e as faz querer buscar mais e mais.

E por fim, gostaria de reforçar a importância de guardarmos nosso coração, Provérbios 4.23 diz: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”.  Um médico cristão (e irmão querido) me explicou que o coração é uma bomba muscular que bombeia sangue oxigenado para todas as células do corpo e sem o coração, não seria possível oxigenar o corpo, logo todo o corpo morreria.  Do mesmo modo que o coração é essencial fisiologicamente falando, ele também é de vital importância espiritual, sendo assim, guarde nele a Palavra de Deus e certamente ele estará seguro. Do nosso coração flui as fontes da vida, nossa vida pode ser um lindo rio que corre forte e alegremente, refrescando todos que passam por ele, ou nossa vida pode ser um córrego sujo e impuro que contamina tudo ao seu redor.  Quer manter seu coração (e consequentemente a sua vida) a salvo?

Precisamos ensinar a nossa mente que o nosso coração sempre nos levará a buscar aquilo que vai saciar o nosso prazer, aquilo que vai nos trazer um sorriso momentâneo, mas isso não enche o nosso ser, isso não irá nos completar. Não entregue o seu coração para um rapaz apenas porque você não se sente amada, ou porque todas as suas amigas já têm alguém.  Entregue o seu coração a Deus, porque ninguém cuidará melhor do seu coração do que Aquele que te criou.

“Aba, pegue o meu coração e o esconda perto do Teu, só assim saberei que estou segura de mim mesma”

JG