Metas, planos e objetivos. Tudo isso vale a pena? Seu 2015 foi como você esperou? O que te faz pensar que 2016 será melhor? Não quero te desanimar, quero apenas te fazer pensar. As coisas serão iguais se a sua perspectiva for a mesma. Não estou falando de ser otimista ou pessimista, não necessariamente. Estou falando sobre a forma como você vê a sua vida, como você vê as pessoas a sua volta, a forma como você se vê.

O ano novo é uma incerteza, uma incógnita, o que você pode ter certeza hoje são as coisas que aconteceram em 2015. As vitórias, as tribulações, as lutas, os choros, tudo isso não aconteceu em vão. Se você busca uma razão para todas essas coisas você a encontrará em Cristo. Todos esses momentos foram necessários para que Deus pudesse moldar um pouco mais o caráter de Jesus em seu coração.

Quer ter um ano diferente? Um ano que realmente valha a pena ser vivido? Tenha um ano todo com e em Cristo. Vire a página de 2015 e esteja disposto a ser transformado por Deus, ainda que doa, afinal ninguém gosta de largar velhos hábitos, ninguém gosta de sair de sua zona de conforto. Ao invés de fazer os seus planos e traçar as suas metas, se disponha a ouvir o que Deus quer para o seu ano, o que Deus quer para a sua vida. É uma linha tênue entre quem você é e quem você poderia ser, ouse começar 2016 atravessando essa linha, e deixando Deus te regenerar.

Regenerado, esse é o meu desejo para você em 2016, que você seja regenerado, gerado novamente pelo sangue de Cristo, que morreu e ressuscitou para que fôssemos salvos. Eu te desafio a deixar para trás tudo que te impede de alcançar um nível mais profundo de intimidade com o Pai, eu te desafio a deixar Deus derramar o amor dEle em nossos corações (Romanos 5.5), te desafio a deixar o Espírito Santo agir através de você. Te desafio a amar o próximo com o mesmo amor que Cristo nos amou, um amor sacrificial. Te desafio a viver uma vida de oração todos os dias. Te desafio a viver uma vida cheia de loucuras por amor ao Evangelho.

Que a cada dia em 2016 você possa acordar e dizer “E vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim” (Gálatas 2.20) e que essa seja a sua escolha para o ano novo, para o ano todo.

JG